VAMOS NOS MOBILIZAR EM PROL DA CAÇA LEGALIZADA

Facebook
WhatsApp
Email

Amigos,

Vejam abaixo importante mensagem sobre enquete sobre a caça amadora.
Não vamos deixar de votar!
Companheiros Caçadores,

Estamos sob risco da caça vir a ser proibida de maneira imediata. Esta é mais uma ação que procura restringir nosso direito de possuir e transitar com armas e munições no Brasil. Temos de nos unir contra nossos adversários tradicionais!

Com um clique você pode ajudar a impedir o fim deste secular direito exercido tradicionalmente por nossos pais e avós.

Abaixo dessas orientações e lista de e-mails você encontrará um texto sobre os objetivos e efeitos da caça. Se quiser, pode usá-lo para enviar às autoridades ou então envie um texto ou mensagem de sua autoria. Escreva no assunto do e-mail:

A ÚNICA CHANCE de impedir que a caça amadora seja definitivamente proibida no Brasil é apelando agora mesmo para as autoridades e para os órgãos responsáveis pelo manejo de nossa fauna.

ATENÇÃO CLUBES DE CAÇA E TIRO!!!!
Se você pertence a um Clube de Caça e Tiro ou tem contato com algum, incentive o envio de e-mails assinados pela entidade, de preferência, com texto escrito pelo presidente da mesma. Isso ajuda bastante, tem peso. Assim, mesmo que não abram os e-mails, a mensagem estará sendo dada. Também envie e-mails para as TVs e jornais que listamos abaixo, assim os jornalistas podem se sentir motivados a publicar matérias sobre o assunto e os órgãos governamentais; a investigar mais a fundo a atividade de caça antes de julgá-la improcedente.

O Ibama está mantendo uma enquete para saber se há mais pessoas a favor ou contra a legalização da caça amadora. É importante participar acessando o link.

Mas só isso não basta. Precisamos dizer diretamente ao presidente do STJ – Superior Tribunal de Justiça que apoiamos a manutenção da caça amadora como uma ferramenta de manejo e conservação ambiental. Por isso ao final desse texto há uma lista de autoridades que devem receber sua opinião a respeito.

Mas não deixe pra depois. O tempo está se esgotando. Copie os e-mails abaixo e mande de uma só vez sua opinião. Num clique você já estará contribuindo bastante porque se lotarmos as caixas postais dessas pessoas; elas terão que nos dar ouvidos.

Vale lembrar que em 2002, os anti-caça colocaram essa mesma campanha em prática pela web porque um projeto de Caça Amadora no Brasil aguardava liberação do Ibama.

Eles enviaram milhares de e-mails, cartas… Várias ONGs entraram na briga. Na reta final, prestes a ser liberado, o projeto de caça foi arquivado pelo Ibama… e isso só aconteceu porque os anti-caça se mobilizaram.

Dividimos os e-mails em blocos porque algumas pessoas podem não conseguir mandar todos num único envio:

Primeiro bloco contém e-mails do pessoal do STJ que está julgando o pedido de liberação da Caça Amadora, dos dirigentes do Ibama e do Instituto Chico Mendesde Conservação da Biodiversidade – importantíssimo enviar para eles:
presidencia@stj.gov.br; vice.presidencia@stj.gov.br; Gab.Nilson.Naves@stj.gov.br; Gab.Felix.Fischer@stj.gov.br; Gab.Gilson.Dipp@stj.gov.br; Gab.Eliana.Calmon@stj.gov.br; Gab.Paulo.Gallotti@stj.gov.br; Gab.Joao.Otavio@stj.gov.br; processo@stj.gov.br; controle.interno@stj.gov.br; Roberto-messias.franco@ibama.gov.br;presid.sede@ibama.gov.br; vitor.kaniak@ibama.gov.br; antonio.hummel@ibama.gov.br; sebastiao.pires@ibama.gov.br; flavio.rocha@ibama.gov.br; romulo.mello@icmbio.gov.br; pedro.melo@icmbio.gov.br; paulo.maier@icmbio.gov.br; marcelo.oliveira@icmbio.gov.br; ricardo.soavinsk@icmbio.gov.br

Segundo bloco contém e-mails dos dirigentes do Ministério do Meio Ambiente (MMA), nos setores de Florestas, Educação Ambiental, Responsabilidade Sócio-Ambiental e Conservação da Biodiversidade:
imprensa.mma@mma.gov.br; carlos.minc@mma.gov.br; anderson.couto@mma.gov.br; jose.padrone@mma.gov.br; luciano.silva@mma.gov.br; sergio.pinho@mma.gov.br; trajano.quinhoes@mma.gov.br; ivo.bucaresky@mma.gov.br; luiz.merico@mma.gov.br; shigeo.shiki@mma.gov.br; fabricio.barreto@mma.gov.br; sandra.decarlo@mma.gov.br; cecilia.brito@mma.gov.br; humberto.schloegl@mma.gov.br; mauricio.mercadante@mma.gov.br; ana-paula.prates@mma.gov.br; braulio.dias@mma.gov.br; daniela.oliveira@mma.gov.br; lidio.coradin@mma.gov.br; fernando.scardua@mma.gov.br; leonel.pereira@mma.gov.br; joao.medeiros@mma.gov.br; fabio-franca.araujo@mma.gov.br; karla.matos@mma.gov.br;
geraldo.abreu@mma.gov.br; jose-vicente.freitas@mma.gov.br; lucia.anello@mma.gov.br; monica.serrao@mma.gov.br

Terceiro contém e-mails de várias entidades ambientalistas que atuam junto ao Governo de diversos Estados e também de assessores do presidente da República:
vanescaprestes@gmail.com; hilariobaptista@planetaverde.org; anapaula@planetaverde.org; silvia.cappelli@gmail.com; anapaula@planetaverde.org; pmaluhy@ocabrasil.org; oca@ocabrasil.org.br; lamberto@ocabrasil.org; patricia@ocabrasil.org; domingosailton@gmail.com; rnsampaio@terra.com.br; ongnovoscurupiras@novoscurupiras.org.br; ongnovoscurupiras@terra.com.br; oliveira@yahoo.com.br; atendimento@amda.org.br; juridico@amda.org.br; ckchiodi@yahoo.com; mauricio.boratto@camara.gov.br; carlos.osorio@oi.com.br; sgaags@yahoo.com.br; gs.andre@yahoo.com.br; ocotea@pop.com.br; biologomarcio@cmf.sc.gov.br; jairocosta@aol.com; srpannibal@yahoo.com.br; johaness@planalto.gov.br; leizam@planalto.gov.br; beto.vasconcelos@planalto.gov.br; weber.silva@planalto.gov.br; davi.schmidt@planalto.gov.br; anecio@planalto.gov.br

Imprensa:
pautajornalismo@redetv.com.br; pauta@tvcultura.com.br;pauta@band.com.br; bandnews@band.com.br; brasilurgente@band.com.br; cacalsp@canalsp.com.br; diretodaredacao@recordnewstv.com.br; horanews@recordnewstv.com.br; pautajg@tvgazeta.com.br; jornaldosbtmanha@sbt.com.br; jornalpauta@sbt.com.br; primeirojornal@band.com.br; producao@bandfm.com.br; pautacbn@cbn.com.br; imprensa@radioimprensa.com.br; pauta@jovempan.com.br; saopauloacontece@band.com.br; sprecord@rederecord.com.br; jornalismoradio@rederecord.com.br; tvrecord@rederecord.com.br; jornalismo@tvdiario.com; greporter@tvglobo.com.br; jg@redeglobo.com.br; pautapr@tvparanaense.tv.br; apuracao@tvglobo.com.br; mgtv@redeglobo.com.br; producao@rbstv.com.br; jornal.tvbahia@redebahia.com.br; jornalismo@tvtribuna.com; jornalderondonia@redeamazonica.com.br; jornalderoraima@redeamazonica.com.br; jornalismo@verdesmares.com.br; jornaldoacre@redeamazonica.com.br; riogrande@rbstv.com.br; producao.noticias@rbstv.com.br; pauta@rbstv.com.br; jornaldoamazonas@redeamazonica.com.br; producao@tvanhanguera.com.br; jornalhoje@redeglobo.com.br; jn@redeglobo.com.br; producaocp@eptv.com.br; sptv@redeglobo.com.br; savaget@savaget.com.br; cotidian@uol.com.br

Texto: Objetivos e efeitos da caça
“Antes de mais nada devemos ter em mente que a fauna é um recurso natural renovável, sendo assm passível de manejo auto-sustentado, sempre quando embasado em mensurações científicas podendo ser utilizado com parcimônia pela sociedade de maneira a ser garantia sua renovabilidade.

E dentre as alternativas de usufruto gerador de ganhos para a conservação da fauna no Brasil, assim como ocorre em praticamente todo o mundo, a caça amadorista é uma das que mais se destaca como passível de sucesso e como potencial geradora de benefícios ambientais e sociais imediatos e diretos, respeitadas as peculiaridades ambientais das diversas regiões do território nacional.

Vencer os preconceitos emocionais, e desembasados cientificamente, que cercam a discussão do tema e implementar ações pragmáticas voltadas a viablizar a caça amadora como instrumento de manejo, conservação e ganhos sociais e econômicos para inúmeras regiões vocacionadas para esta atividade são prioridades inadiáveis. Uma indubitável opção em um país que convive com grave destruição dos ambientes, a caça clandestina e o tráfico de animais silvestres, que vão acabando com a fauna em extensas áreas de nosso território. Nosso papel é alterar este quadro. Pois a incompetência lastreada na demagogia já causou males suficientes a nosso país”.

Atenciosamente,
CBC – Companhia Brasileira de Cartuchos

Facebook
WhatsApp
Email

Deixe o seu comentário!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.