UNIDOS PELO TIRO ESPORTIVO – NOTA DE ESCLARECIMENTO

Facebook
WhatsApp
Email

Prezados atletas,

Nós, a CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TIRO ESPORTIVO – CBTE, CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TIRO PRÁTICO – CBTP, CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CAÇA E TIRO – CBCT, FEDERAÇÃO GAÚCHA DE CAÇA E TIRO – FGCT e LIGA NACIONAL DE TIRO AO PRATO, formamos o grupo representativo UNIDOS PELO TIRO ESPORTIVO, o qual visa promover regulamentação, incentivo e desenvolvimento das diversas modalidades desportivas de tiro, bem como a defesa dos interesses dos nossos filiados.

Possuímos em comum, inerente à natureza constitutiva, a ausência de fins lucrativos, bem como objetivos estatutários claros, os quais, primordialmente à regulamentação das modalidades e promoção de competições, está a firme, determinada, e irrestrita defesa dos direitos dos nossos filiados, com a consequente garantia de manutenção do esporte.

Com isso, não se pode negar que a edição e publicação do Decreto 11.366/23 estabeleceu, por hora, diversos percalços aos atletas de tiro, sendo natural e compreensível, diante do contexto que se apresenta, que haja angústia, preocupação, e tantos outros sentimentos decorrentes das suspensões, ainda que temporárias, dos direitos e normas até pouco vigentes.

Todavia, a sensibilidade e o critério exigidos nesse momento não podem dar margem para desespero, intempestividade, muito menos irresponsabilidade, sendo indispensável manter uma postura racional, técnica, estratégica e diplomática.

Assim, o Unidos pelo Tiro Esportivo, em comunhão de esforços e dedicação integral, está diuturnamente adotando as medidas possíveis e cabíveis destinadas à defesa dos direitos dos nossos filiados, a fim de evitar, ou ao menos minimizar, os percalços em questão.

Inclusive, no que tange às providências em curso, insta destacar que já foi formalmente solicitada, junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, a participação das entidades formadoras do Unidos Pelo Tiro Esportivo, para integrarem o Grupo de Trabalho previsto no art. 23, inciso IX, do Decreto 11.366/23.

Da mesma forma, estão sendo realizadas reuniões, debates, e contatos com os mais diversos setores, buscando ampliação, ainda maior, do alcance e apoio à pauta por nós defendida.

Portanto, confiamos no suporte dos nossos filiados, e ressaltamos que estão devidamente representados, e continuarão sendo defendidos com todo afinco.

Lembramos, ainda, que é necessário manter serenidade, paciência e racionalidade, com vistas a ultrapassarmos o presente momento buscando a forma mais positiva possível, e minimizando, ou mesmo afastando, quaisquer entraves normativos à prática e desenvolvimento do esporte, resgatando o amparo jurídico, a honra e o prestígio do esporte.

Jodson Gomes Edington Junior
Presidente da CBTE

Hwaskar Fagundes
Presidente da CBTP

Otto Carlos Pohl
Presidente da CBCT

Valdir Abel
Presidente da LNTP

Carlos Rubem Schreiner
Presidente da FGCT

Facebook
WhatsApp
Email

Deixe o seu comentário!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.