TIRO ESPORTIVO BRASILEIRO TEM DIA DE MEDALHAS DE OURO, RECORDE PAN-AMERICANO E VAGAS OLÍMPICAS

Facebook
WhatsApp
Email

Cassio Rippel e Julio Almeida brilham no Pan de Toronto
A sexta-feira foi marcante para o tiro esportivo brasileiro, no Pan de Toronto, com a conquista de duas medalhas de ouro. A primeira veio com Julio Almeida, que venceu a prova pistola 50m. A final contou, também, com a presença do Stenio Yamamoto, que terminou na 7ª posição, geral. Julio esteve bastante consistente, mantendo-se praticamente, durante toda a disputa, na frente do placar. Quando faltava apenas um tiro para o término da prova, o brasileiro, que estava a apenas 6 décimos na frente do cubano Jorge Grau, marcou 9.5, contra 9.1, do atleta de Cuba e garantiu a primeira colocação. A medalha de bronze ficou com o peruano, Marko Zevallos.

Logo em seguida, mais uma final com brasileiros, desta vez na prova carabina deitado. Cassio Rippel, que na classificatória bateu o recorde pan-americano, com 625.9 pontos, fez uma final com extrema consistência e, sem dar a menor chance aos adversários, pontuou 207.7 pontos, ficando 2.2 pontos à frente de Jorge Grau, o medalhista de prata. Vale lembrar que esta vantagem é bastante considerável, principalmente por tratar-se de uma final. O terceiro colocado e medalhista de bronze foi Michel Dion, do Canadá. No quadro geral de medalhas do tiro esportivo, até o momento, a liderança é do Brasil, com 4 medalhas, sendo 3 de ouro e uma de prata.

E no sábado (18/07), penúltimo dia do tiro esportivo no Pan, acontecerão outras 3 provas. Na carabina 3 posições, mulheres, as atletas efetuam 60 disparos, 20 em pé, 20 deitadas e 20 de joelhos, nesta ordem, com as 8 melhores classificadas disputando a final. Na prova o Brasil será representado por Raquel Gomes e Rosane Budag. No mesmo horário, acontecem as provas do Skeet, homens e mulheres. Na competição feminina, com a presença de Daniela Carraro, 75 pratos são lançados. As 6 melhores atletas fazem a final. Já os homens fazem o primeiro dia da fase classificatória, com 50 pratos, em duas séries de 25, sendo lançados. Os atletas retornam ao estande no dia seguinte (19/07), para efetuarem as 3 últimas séries de 25 pratos, com os 6 finalistas participando da final. Renato Portella será o representante do Brasil nesta prova.

Facebook
WhatsApp
Email

Deixe o seu comentário!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.