logotipo
CONTATO
Canal da CBTE no Youtube Página da CBTE no Instagram Fanpage da CBTE no Facebook Procura no site Perguntas Frequentes
25/03/2008
Recordista mundial conquista o ouro na etapa brasileira da Copa do Mundo de Tiro Esportivo
O croata Stevan Pletikosic, recordista mundial da prova de carabina deitado 50m, conquistou nesta terça-feira, dia 25, a medalha de ouro na etapa brasileira da Copa do Mundo de Tiro Esportivo, realizada no Centro Nacional de Tiro Esportivo Tenente Guilherme Paraense, no Complexo Esportivo de Deodoro. Na pistola livre 50m, a vitória ficou com o ucraniano Oleg Omelchuk. Esta prova contou com a participação dos dois brasileiros classificados para os Jogos Olímpicos de Pequim. Stenio Yamamoto terminou em 10º. Por não estar entre os três primeiros do ranking brasileiro da prova, Júlio Almeida competiu como extra e conseguiu pontuação equivalente à do 23º colocado.

Para ficar em primeiro lugar na pistola livre 50m, o ucraniano Oleg Omelchuk marcou 658,8 pontos. A medalha de prata foi para o italiano Francesco Bruno (656,2) e a de bronze, para o búlgaro Tanyu Kiriakov (655,3). Com vaga confirmada nos Jogos Olímpicos de Pequim, Omelchuk conquistou sua segunda medalha de ouro em etapas da Copa do Mundo. A primeira foi no ano passado, em Bangcoc, na Tailândia. "Depois da medalha de ouro do ano passado, me considerava bem preparado para essa prova. O resultado não foi uma surpresa, mas não estou muito feliz com a minha pontuação", disse o ucraniano.

Apesar de ter ficado fora da final por apenas dois pontos - marcou 554 contra 556 do oitavo colocado da eliminatória, o alemão Florian Schmidt - Stenio Yamamoto ficou satisfeito com seu resultado. Ele considera que a competição serviu para ganhar experiência internacional. "Estava ao lado de grandes campeões e alguma coisa sobre o procedimento deles a gente acaba aprendendo. Foi uma prova importante para o meu amadurecimento. No Sul-americano estava inseguro e atirei mal. Desta vez, consegui controlar a ansiedade, acertei a mão e dei poucos tiros ruins. Foi uma competição muito válida na preparação para Pequim", analisou Stenio.

No Sul-americano, Júlio Almeida conquistou o ouro na pistola 50m e atingiu o índice para disputar a prova em Pequim - fez 543 pontos, três acima do exigido. Mas nesta terça-feira não repetiu o bom desempenho, marcou apenas 539 pontos e comemorou o fato de a marca do Sul-americano ter sido homologada pela Federação Internacional de Tiro Esportivo (ISSF). "Não tive um bom desempenho. Fiz um bom aquecimento e resolvi entrar logo na prova. Esse foi o meu erro, pois fiz uma primeira série muito ruim, que puxou meu desempenho para baixo. Mas ainda estou ajustando minha técnica nessa prova", explicou Júlio.

Na final da carabina deitado 50m, o sérvio Stevan Pletikosic (que igualou o recorde mundial em 1991) faturou a medalha de ouro, com 702,9 pontos. Mal terminou a prova, vários integrantes da delegação da Sérvia entraram na área de competição para comemorar com o campeão. Afinal, ele tinha travado uma dura batalha com o dinamarquês Torben Grimmel, medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000 (701,4 pontos). A medalha de bronze ficou com o australiano Warren Potent (699,5). O melhor brasileiro foi Samuel Lopes, em 34º lugar. "A diferença para o Grimmel foi muito pequena. Sabia que a prova seria difícil, mas me posicionei bem e acertei bons tiros. Agora, quero comemorar com toda a equipe", vibrou o campeão.

Júlio Almeida e Stenio Yamamoto competem novamente nesta quarta-feira, dia 26, na prova de pistola de ar 10m, considerada por Júlio a sua melhor prova. Os medalhistas olímpicos Martin Tenk (República Tcheca), Tanyu Kiriakov (Bulgária) e Franck Dumoulin (França) também estarão na disputa.

Já a prova feminina de pistola 25m reunirá duas grandes campeãs de tiro esportivo. A búlgara Maria Grozdeva e a sérvia Jasna Sekaric já ganharam cinco medalhas olímpicas e estão classificadas para os Jogos de Pequim. Na primeira prova que disputaram no Rio de Janeiro, pistola de ar 10m, elas não foram bem: Grozdeva ficou em 13º e Sekaric, em 18º. "A temporada está apenas começando e não me preparei bem por causa de uma lesão na mão direita. Estou tranqüila e vou fazer o melhor que puder nesta etapa do Rio de Janeiro", explicou Jasna Sekaric, eleita atleta do Século XX pela Federação Internacional de Tiro Esportivo (ISSF).

A etapa da Copa do Mundo de Tiro Esportivo é uma realização da Federação Internacional de Tiro Esportivo (ISSF) e da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE), com patrocínio da Petrobras, e apoio do Ministério do Esporte, do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Exército Brasileiro. Para a realização da competição, o Ministério do Esporte adquiriu alvos mecânicos, que serão usados para treinamento e mantêm-se como legado junto aos alvos eletrônicos de competições dos Jogos Pan-americanos Rio 2007. O objetivo é transformar o Complexo Esportivo de Deodoro em um centro de treinamento e desenvolvimento do esporte.
por: cob.org.br