logotipo
CONTATO
Canal da CBTE no Youtube   Fanpage da CBTE no Facebook   Procura no site   Perguntas Frequentes
04/07/2019
Jodson Edington representa a CBTE na CCJ sobre o registro, posse e porte de armas
Aconteceu no dia de hoje uma audiência pública da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadânia (CCJ) para debater a situação do registro, posse e porte de armas no Brasil. A audiência foi proposta pelo Senador Alessandro Vieira, relator do projeto de Lei PL 3175/2019, aprovado pelo Senado na semana passada, que estende a posse de armas na zona rural para toda a área das propriedades.

O evento interativo, ou seja, que permitia a participação pública através de meios eletrônicos, contou com a presença de Jodson Edington Junior, Vice-presidente da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo.

Jodson aproveitou a oportunidade para falar sobre as dificuldades que os atletas do Tiro Esportivo têm para adquirir munições e armas, principalmente nas disciplinas olímpicas. Falou também sobre as grandes necessidades do uso diário dos armamentos e do consumo de munição, mas que ainda se enfrenta muita burocracia, dificuldades e altos custos. Esclareceu que todos os atletas são cobrados quanto a apresentação de diversos documentos e laudos, bem como obrigados a comprovação sucessiva do devido uso de seus equipamentos e munições através da "habitualidade" imposta pelo Exército. Finalizou explicando que este controle, por si só, impede que pessoas diversas ao Tiro Esportivo, possam se beneficiar para adquirir armas e as usá-las em crimes, por exemplo, como bem demonstram as estatísticas já conhecidas no país.

A audiência durou pouco mais de 3 horas e tinha como finalidade esclarecer os diversos pontos sobre a flexibilização do porte e posse de armas nos mais diversos instrumentos de lei que vem sendo propostos no Brasil.
por: CBTE