logotipo
CONTATO
Canal da CBTE no Youtube     Fanpage da CBTE no Facebook
23/02/2019
Primeira vaga para Tókio no Tiro Esportivo vem do Paralímpico
imagem
A delegação de atletas paralímpicos está em Al Aim, que faz parte do Emirado de Abu Dabi, nos Emirados Árabes, para participar da ISSF World Cup, capitaneada por nosso Diretor de Provas Paralímpicas James Lowry.

Nesta manhã do dia 23 de fevereiro, nossos atletas se dirigiram para o Al Ain Equestrian Shooting & Golf Club, onde estão sendo realizadas as provas do Tiro Esportivo, com a firme convicção de buscar excelentes resultados. Mas a surpresa foi ainda maior, quando Alexandre Galgani terminou em segundo lugar e conquistou a tão sonhada vaga para a Olimpíada de Tókio 2020.

Alexandre que disputa a R5 Carabina de Ar Deitado 10m como SH2 (classificação de necessidade especial que permite o atleta atirar sentado e com apoio, devido a sua impossibilidade física de suportar o equipamento), não fez uma boa classificatória, mas conseguiu terminar em oitavo lugar com 633.6 pontos contra 639.2 do primeiro colocado.

Na fase classificatória todos os 48 atletas participantes efetuaram 60 tiros na distância de 10m, divididos em 6 séries de 10 tiros, sendo os 8 melhores classificados para a etapa final, onde as pontuações da fase classificatória não são consideradas e os atletas entram em igualdade de disputa para a conquista das medalhas.

E foi na fase final que Galgani fez a diferença e persistiu bravamente diante de seus adversários. Após o primeiro estágio onde foram disparados 10 tiros, o atleta ucraniano foi eliminado e a partir dali outros foram sendo eliminados a cada dois tiros. Assim foram deixando a disputa um turco, dois coreanos um britânico e o italiano Andrea Liverani que conquistou o bronze.

Na disputa com Galgani ficou o ucraniano Vasyl Kovalchuk que estava 0,2 pontos a frente de nosso atleta, quando foram disparados os dois últimos tiros da competição. O brasileiro atirou bem, fazendo 10.6 e 10.3, mas Vasyl também fez um bom resultado com 10.5 e 10.4, mantendo os 0.2 pontos de dianteira e conquistando o ouro com 253.6. Alexandre terminou com 253.4, ficou com a prata da competição e garantiu a vaga para Tókio.

por: CBTE