SELEÇÃO BRASILEIRA DE TRAP RETORNA PARA O BRASIL COM MUITAS CONQUISTAS

Facebook
WhatsApp
Email

Foi encerrado no dia 11 de agosto o 119º Grand American World Trapshooting Championships. O evento realizado no World Shooting and Recreational Complex, em Sparta, Illinois, EUA, com 120 pedanas num complexo com mais de 4 Km de extensão, recebeu atletas de vários lugares do mundo competindo desde o 1º de agosto.

Nas edições anteriores o evento era dominado pelos americanos, que além de anfitriões, são os responsáveis pela Amateur Trapshooting Association que regula o Trap Americano em todo o mundo, e pelos canadenses. Mas nesta edição o Brasil compareceu com 84 atletas, tornando-se a segunda maior delegação do evento, ficando apenas atrás dos americanos, e obtendo a honra de ter a nossa bandeira hasteada em cerimônia no complexo, além de ganhar a tag “BZ” que apareceu ao lado de todos os nossos atletas nas listas com os resultados e premiações, diferente da maioria dos países convidados que são divulgados juntos.

Entre todos os atletas brasileiros, damos destaque a 1ª Seleção Brasileira de Trap formada pela CBTE, que selecionou os 10 melhores atletas do Ranking Brasileiro e os enviou ao Grand American com todas as despesas pagas, numa iniciativa inédita que visa estimular o Trap e dar um maior suporte para nossos atletas.

O evento é dividido em subeventos com provas singles (onde é lançado um prato por vez) e doubles (dois pratos por vez), além dos Handicaps (onde a distância de cada atleta em relação ao prato é definida de acordo com a sua pré-classificação), além de estarem dispostos em duas semanas: Preliminary Week (01 a 05/08) e Grand Week (06 a 11/08).

O resultado não poderia ser diferente; Nossos atletas representaram bem o Brasil e a CBTE, e trouxeram vários troféus em suas bagagens:

#1 – Hodgon Powder Singles
Paulo Antonio Soares Junior – 1º Lugar Classe A
Marivaldo Pereira da Silva – 2º Lugar Classe A

#4 – Mec Shooting Sports Singles
Eduardo Martins de Mello Junior – 1º Lugar Classe A
Paulo Antonio Soares Junior – 2º Lugar Classe A

#10 – NRA Singles
Giovani Macedo Suriz -3º Lugar Classe A

#15 – Wincheste AA Class Singles
Giovani Macedo Suriz – 1º Lugar Classe A
Rodrigo Barison – 4º Lugar Classe A

#21 – ATA World Clay Target Campionship Presented by Browning
Rodrigo Barison – 2º Lugar Classe A
Roberto Bortolozzo – 5º Lugar Classe A

Winchester Super 500 Singles (soma dos 4 primeiros eventos de singles – #1, #4, #7, #10)
Marivaldo Pereira da Silva – 1º Lugar Classe A
Giovani Macedo Suriz – 3º Lugar Classe A

A delegação foi chefiada por nosso Diretor Técnico de Trap, Giovani Macedo Suriz, que também foi um dos classificados para seleção. “Foi muito emocionante poder estar nos EUA e ver nossos atletas atuarem tão bem. Foram muitos escores altos, com muitos 100 e 99. Fizemos bonito e tenho certeza fizemos e estaremos fazendo história com nossa Seleção Brasileira, que surgiu do trabalho árduo de nossa entidade em sempre procurar novas e inovadoras formas de incentivar o esporte.”, afirmou Suriz.

O presidente da CBTE Durval Luz Balen que apoiou a criação da Seleção Brasileira desde o primeiro instante, se mostrou bastante satisfeito com o resultado obtido por nossos atletas e promete ainda melhores resultados para 2019.

Facebook
WhatsApp
Email

Deixe o seu comentário!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.