NOTA DE FALECIMENTO: JAN ROMAN WILT

Facebook
WhatsApp
Email

É com enorme pesar que a CBTE comunica o falecimento do atleta Jan Roman Wilt, de 69 anos. Empresário e atleta do tiro esportivo na disciplina do Tiro ao Prato, Jan foi pioneiro em diversos empreendimentos. Com sua família e amigos, fundou em Roraima o Clube de Tiro Hubertus (Associação Desportiva Hubertus) para manter viva a prática desportiva do Trap Americano, Skeet, Fossa Olímpica entre outros.

Em virtude desta paixão, o gaúcho ajudou na criação de aproximadamente seis clubes de Tiro ao Prato no Brasil, motivo pelo qual era chamado carinhosamente por alguns amigos de “pai do tiro”. Atualmente, empenhava-se em incentivar o renascimento da modalidade no Estado do Amazonas.

Como atleta colecionou inúmeras conquistas, troféus e honrarias tendo sido diversas vezes campeão do Norte/Nordeste. Em Campina Grande (PB), marcou 196/200 pratos, sagrou-se campeão e recordista brasileiro na Fossa Olímpica e campeão de Skeet na mesma competição.

Em 1988, como membro da seleção brasileira, foi convocado para a Olimpíada de Seul, na Coreia do Sul. Mas infartou semanas antes da viagem e foi substituído pelo atleta Rodrigo Bastos. Na Classe Veterano, foi campeão brasileiro de Fossa Olímpica em 2018, 2019, 2020 e 2021.

Jan Roman Wilt nasceu em 16 de julho de 1953, era filho de Rudolf Wenzel karl Wilt e Lotty Íris Wilt. Foi casado com Sumaia Salomão e pai de três filhos: Alexandre Salomão de Oliveira Wilt, Katherine Wilt e Rudolf Wilt.

“Jan Roman Wilt deixa para todos nós um exemplo de resiliência e determinação, de seguir sempre em frente apesar das adversidades”, disse Ailton Patriota, coordenador técnico da CBTE.

Facebook
WhatsApp
Email

Deixe o seu comentário!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.