CONHEÇA UM POUCO MAIS DO CAMPEONATO DE FEDERAÇÕES DE CAR/PST/RF

Facebook
WhatsApp
Email

Gostaríamos de reforçar as informações sobre o Campeonato de Federações, criado neste ano, com o intuito de acirrar a disputa entre as federações de Tiro Esportivo em todo Brasil.

Até o ano passado a disputa era feita apenas na Etapa Final do Campeonato Brasileiro de Car/Pst/RF, através do somatório de pontos obtidos pelas disputas por equipe em algumas provas da modalidade. Para este ano a disputa foi ampliada para todo o campeonato, onde etapa a etapa, os pontos são acumulados por cada federação, para após a etapa final então ser indicada a grande campeã.

Os resultados computados em cada etapa, serão sempre dos 3 melhores atletas de cada Federação em cada prova, independente de categoria ou classe. Todas as provas de Car/Pst/RF estão inclusas na disputa e todos os atletas em cada etapa podem participar, independente do local em que estejam atirando.

Ao final de cada etapa são apurados e somados os resultados dos 3 melhores atletas de cada Federação e atribuído a eles uma posição classificatória. Esta posição é convertida, com o uso da tabela do item III.11 do regulamento da modalidade, onde o primeiro lugar nas provas ISSF ganha 10 pontos, o segundo 8, o terceiro 5 e assim por diante até o oitavo que ganha 1 ponto. Nas Provas Especiais são pontuados os 5 primeiros começando com 5 pontos para o primeiro até 1 ponto para o quinto.

A pontuação total da federação em uma etapa será utilizada no ranking das federações que apurará todas as etapas, considerando os 6 melhores resultados de cada estado, que serão divididos por 6 e somados ao resultado obtido na etapa final.

As pontuações podem ser acompanhadas pelo relatório de resultados no site da CBTE. Ao final de cada prova são apurados os resultados e pontuações obtidos por cada equipe e ao final do relatório o resultado total alcançado pela Federação. É importante frisar que neste relatório são formadas também equipes com um ou dois integrantes, entretanto embora tenha posição classificatória não recebem a pontuação equivalente por não terem 3 integrantes. Entretanto esta visão ajuda as federações a definir aonde precisam inserir novos atletas para que estes resultados passem a serem válidos. Criamos também o conceito de equipes com mais de 3 atletas nas Provas Especiais. Como não há desempate nestas provas, caso mais de um atleta alcance a mesma pontuação e por isso o número de atletas supere a 3, então todos são exibidos, contudo somente as 3 melhores pontuações serão consideradas para a disputa.

Vejam como está a disputa entre Federações após apuradas as 3 etapas iniciais:

1º – Ceará – 299 pontos
2º – Santa Catarina – 238
3º – Rio de Janeiro – 208
4º – São Paulo – 88
5º – Maranhão – 61
6º – Paraná – 45
7º – Distrito Federal – 43
8º – Piauí – 40
9º – Bahia – 36
10º – Rio Grande do Sul – 27
11º – Alagoas – 22
12º – Rio Grande do Norte – 20
13º – Minas Gerais – 19
14º – Paraíba – 13
15º – Mato Grosso do Sul – 6
16º – Espírito Santos – 1

A disputa está acirrada nas primeiras posições e ainda não há nenhuma definida. Faltam 1225 pontos possíveis a disputar nas próximas 5 etapas, isso sem mencionar os 245 da final. Incentivamos a todas as nossas federações a montarem novas equipes e participarem ativamente para termos um grande evento de congregação e consagração, na Etapa Final, no Rio de Janeiro em novembro deste ano.

Facebook
WhatsApp
Email

Deixe o seu comentário!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.