BRASILEIROS FICAM FORA DA FINAL NA COPA DO MUNDO DE TIRO

Facebook
WhatsApp
Email

Os atiradores brasileiros Stenio Yamamoto e Júlio Almeida, já classificados aos Jogos Olímpicos de Pequim, não se classificaram à final da prova de pistola livre 50 m da etapa brasileira da Copa do Mundo da modalidade, realizada no Complexo Esportivo Deodoro, no Rio de Janeiro.

Yamamoto obteve a 10ª colocação e Júlio Almeida, que não estava entre os três primeiros do ranking brasileiro e competiu como extra, conseguiu pontuação equivalente ao 23º lugar. O vencedor foi o ucraniano Oleg Omelchuk, que marcou 658,8 pontos para conquistar sua segunda medalha na competição. Em segundo lugar, o italiano Francesco Bruno levou a medalha de prata com 656,2 pontos, seguido do búlgaro Tanyu Kiriakov, com 655,3.

Apesar de ter ficado fora da final por apenas dois pontos – Yamamoto marcou 554, contra 556 do alemão Florian Schmidt, oitavo colocado na fase eliminatória, o brasileiro ficou satisfeito com seu resultado.

“Eu competi ao lado de grandes campeões e alguma coisa sobre o procedimento deles a gente acaba aprendendo. Foi uma prova importante para o meu amadurecimento”, contou o brasileiro. “Consegui controlar a ansiedade, acertei a mão e dei poucos tiros ruins. Foi uma competição muito válida na preparação para Pequim.”

Já Almeida, que vinha de um ouro no Sul-Americano, marcou apenas 539 pontos. “Não tive um bom desempenho. Fiz um bom aquecimento e resolvi entrar logo na prova. Esse foi o meu erro, pois fiz uma primeira série muito ruim, que puxou meu desempenho para baixo. Ainda estou ajustando minha técnica nessa prova”, contou o atirador.

Na final da carabina deitado 50 m, o sérvio Stevan Pletikosic venceu com 702,9 pontos, resultado muito comemorado por seus companheiros de delegação. A final foi muito acirrada, e o segundo lugar ficou com o dinamarquês Torben Grimmel, vice-campeão olímpico em Sydney-2000, que anotou 701,4 pontos. O australiano Warren Potent levou o bronze (699,5).

Os brasileiros competem novamente nesta quarta-feira, na prova de pistola de ar 10 m. Os medalhistas olímpicos Martin Tenk, da República Tcheca, Franck Dumoulin, da França, e o próprio Kiriakov também estarão na disputa.

Facebook
WhatsApp
Email

Deixe o seu comentário!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.