BRASILEIROS CLASSIFICADOS PARA OS JOGOS OLÍMPICOS DE PEQUIM ESTRÉIAM NA COPA DO MUNDO DE TIRO

Facebook
WhatsApp
Email

Classificados para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto, Júlio Almeida e Stenio Yamamoto terão, nesta terça-feira, dia 25, uma prova de fogo na preparação para a competição. Eles estrearão na etapa brasileira da Copa do Mundo de Tiro Esportivo, realizada no Centro Nacional de Tiro Esportivo Tenente Guilherme Paraense, no Complexo Esportivo de Deodoro, competindo na prova de pistola livre 50m. Entre os 45 adversários, oito atletas que disputarão a prova em Pequim, incluindo dois medalhistas olímpicos.

Esta será a primeira vez que Júlio disputará a prova depois da homologação de seu índice, obtido no dia 17, no Campeonato Sul-americano. Em Pequim, ele também brigará por medalhas na pistola de ar 10m e na pistola tiro rápido 25m. “Entro na prova de pistola livre 50m sem pressão, pois não é a minha especialidade. Estou tranqüilo, o objetivo é melhorar o resultado do Campeonato Sul-americano. Minha briga é comigo mesmo. Temos vários adversários de peso, mas espero chegar ao nível deles e, nos Jogos Olímpicos, brigar de igual para igual”, explicou Júlio.

Stenio já teve a experiência de subir ao pódio em etapas da Copa do Mundo. Em 2007, foi prata em Munique (Alemanha), resultado que carimbou seu passaporte para Pequim. “Não crio expectativas para a prova. Tudo se torna treino para os Jogos Olímpicos, e nada melhor do que encarar um ambiente de competição e enfrentar os melhores do mundo”, disse Stenio, que nos Jogos Olímpicos também competirá na pistola de ar 10m.

A tarefa de levar o Brasil ao pódio da Copa do Mundo na pistola livre 50m não será fácil. Entre os competidores, estão oito atletas que disputarão a prova em Pequim: Martin Tenk (República Tcheca), bronze em Sydney 2000 na pistola livre 50m; Franck Dumoulin (França), ouro em Sydney 2000 na pistola de ar 10m; Daniel Repacholi (Austrália), Mauro Badaracchi (Itália), Vigilio Fait (Itália), Christoph Schmid (Suíça), Oleg Omelchuk (Ucrânia) e Jason Turner (Estados Unidos). “O nível da Copa do Mundo às vezes é mais alto que o dos Jogos Olímpico”, garantiu Júlio Almeida.

Nesta terça-feira, também será disputada a final masculina da carabina deitado 50m. A prova terá a participação de quatro medalhistas olímpicos – Christian Planer (Áustria), Torben Grimmel (Dinamarca), Christian Lusch (Alemanha) e Harald Stenvaag (Noruega). Entre os brasileiros, destaque para Samuel Lopes, medalha de prata no Campeonato Sul-americano. Na eliminatória da pistola 25m para mulheres, estarão a búlgara Maria Grozdeva e a sérvia Jasna Sekaric, ambas com cinco medalhas olímpicas no currículo.

Na única final realizada nesta segunda-feira, dia 24, dobradinha alemã na carabina de ar 10m. Barbara Lechner marcou 499,3 pontos e ficou com a medalha de ouro, deixando sua compatriota Beate Gauss em segundo, com 498,8. A coreana Eun Kim completou o pódio, com 498,7. Nenhuma brasileira se classificou entre as oito finalistas. O melhor resultado foi o 29º lugar de Cristina Baptista. Quinta colocada no ranking mundial da prova e bronze na etapa de Bangcoc da Copa do Mundo de 2007, Barbara ficou surpresa com o resultado. “Foi uma grande surpresa vencer a Beate. Ela sempre me derrotou nos treinos, mas desta vez consegui ser melhor”, comemorou a campeã, que acertou na mosca seu oitavo tiro da final, conseguindo a pontuação maxima (10,9).

Facebook
WhatsApp
Email

Deixe o seu comentário!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.