ATLETAS JUNIORES REALIZAM TESTES NO LABORATÓRIO OLÍMPICO DO COB

Facebook
WhatsApp
Email

Os atletas juniores da Seleção Brasileira da CBTE de Carabina e Pistola (Brenda Pereira, Caio de Almeida, Mariana Betoni, Sara Laís da Rosa e Sérgio Anthony) e do Tiro ao Prato (Hussein Daruich, Igor De Dea Mera, Júlio Bortolon e Pedro Monteiro Júnior), fizeram uma série de testes no Laboratório Olímpico do COB, localizado no Centro de Treinamento do Time Brasil, no Rio de Janeiro. A atividade teve como objetivo realizar o mapeamento dos atletas para identificar possíveis pontos de melhora e formas de extrair o máximo dos esportistas.

“A equipe de desenvolvimento e setor médico do COB promoveu uma ação com os atletas no sentido de apresentar o laboratório médico-científico do COB, além de criar um banco de dados dos atletas de tiro olímpico. Foram feitas avaliações médicas, biomecânicas, preparação mental e fisiológica, além de palestras sobre temas como nutrição esportiva de pré e pró treinamento e preparação mental”, explicou Ailton Patriota, coordenador técnico da CBTE.

Os atletas destacaram o uso da tecnologia e da ciência em busca de seu desenvolvimento esportivo e elogiaram a estrutura de alto nível oferecida pelo COB.

“Fiquei encantado com tudo que vi. Na verdade, sonhei que um dia estaria ali, e esse sonho se tornou realidade. Gostaria de agradecer à CBTE e ao COB, por meio dos seus profissionais, pela atenção e carinho nesse dia. Foi o começo de um sonho realizado. Agora quero dar continuidade a esse trabalho com outros profissionais como nutricionista, psicólogo, preparador físico e médico”, disse Hussein, medalha de bronze no Campeonato Mundial Júnior da Alemanha, em maio desse ano.

Já Caio de Almeida contou que depois de tirarem as medidas do seu corpo, passou por uma sessão com a psicóloga, realizou uma série de exercícios para mapear seu condicionamento físico, mobilidade corporal e possíveis lesões.

“Por fim fiz testes na minha modalidade, a Pistola de Ar. Utilizei um Scatt, aparelho onde é possível atirar sem munição e, mesmo assim, obter resultados de disparo com o corpo sobre uma balança, sendo possível mapear num centro de gravidade durante o disparo”, detalhou. “Durante os testes o que mais me chamou a atenção foi o cuidado e a atenção dos profissionais envolvidos em cada uma das etapas. Com os resultados em mãos, é possível planejar alterações no programa de treinamento visando garantir uma melhora técnica e consequentemente obter melhores resultados nas competições”, avaliou Caio, medalha de prata na Pistola de Ar e bronze na Pistola de Ar Mista, com Sara Laís da Rosa, nos Jogos Pan-Americanos Júnior Cali 2021.

Também estiveram presentes aos testes o presidente da CBTE, Jodson Edington, os diretores da Confederação James Lowry (Carabina e Pistola), Carlos Alberto Costa (Tiro ao Prato Olímpico) e Ary Venturinelli (Arbitragem de Tiro ao Prato) e os técnicos Ricardo Miguel (Carabina e Pistola) e Roberto Schmits (Fossa Olímpica).

https://cbte.org.br/galeria_de_fotos/atletas-juniores-fazem-testes-no-laboratorio-olimpico-do-cob/

Facebook
WhatsApp
Email

Deixe o seu comentário!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.