0
logotipo
CONTATO
25/06/2018
Quatro brasileiros são aprovados em curso de Treinadores nível C da ISSF
imagem
Foi concluído agora no dia 23 de junho o primeiro curso da ISSF para Treinadores nível C de todas as nossas disciplinas olímpicas. O curso contou com 31 alunos de 11 países, incluindo o Brasil que foi representado por Marcos Benitez Gonsalez e Thiago Liborio Romanelli (Tiro ao Prato), James Walter Lowry Neto (Carabina) e Iosef Areas Forma (Pistola), todos atletas do tiro e dirigentes com larga experiência em nosso esporte.

A Confederação Brasileira de Tiro Esportivo resolveu enviar seus representantes para este curso, visando uma série de eventos no Brasil, que irão replicar estes conhecimentos em nossa base de treinadores. Os formados poderão ministrar cursos nacionais ou até mesmo internacionais, formando novos treinadores de nível D.

O curso foi conduzido por membros da ISSF Academy, Kevin Kitty da Irlanda, Zejiko Todorovic de Montenegro, Claudio Robazza da Itália e Goran maksimovic da Sérvia. Todo ministrado em espanhol e com tradução simultânea por tutores fornecidos pela ISSF advindos do país sede, o Equador, o curso transcorreu de maneira extraordinária e teve um alto aproveitamento dos alunos, neste que foi o primeiro curso C a não ser realizado em inglês, após altos índices de aproveitamento em iniciativas semelhantes com cursos D da instituição.

Romanelli em entrevista para o site da ISSF afirmou: "Gostei muito do curso D que fiz no ano passado e esperava que em algum momento no futuro eu pudesse continuar participando de um curso C e finalmente ter essa oportunidade é fantástico. Os tutores foram excelentes e já estou ansioso pelo próximo curso".

Com esta iniciativa o Brasil passa a contar com 5 treinadores C, pois nossos membros vão se juntar a Ricardo Miguel dos Santos, formado em 2016 e que inclusive já formou treinadores no Panamá no ano de 2017.

A CBTE tem certeza que o investimento neste curso não só gerou para nós membros do esporte mais qualificados, enaltecendo inclusive a imagem do Brasil no exterior, como proporcionará em escala nacional a disseminação destes conhecimentos, formando uma base sólida para o progresso do Tiro Esportivo.
por: CBTE