0
logotipo
CONTATO
20/05/2018
O Tiro Esportivo perde um de seus grandes ícones
Faleceu nesta sexta-feira o atleta e dirigente do Tiro Esportivo Darte Labatut, aos 77 anos.

Darte nasceu em Porto Alegre em 31 de agosto de 1940 e aos 5 anos foi para Caxias do Sul, cidade que o acolheu com carinho e onde ele criou uma linda família e uma grande indústria nacional.

Pai de 4 filhos, entre eles o também atleta Jean Labatut, que começou por influência na Fossa Olímpica, disciplina do Tiro ao Prato.

A história de Darte começou a ser inscrita muito cedo. Empreendedor e homem de família, começou a construir seu futuro na indústria de bicicletas e mais tardes motos, paixões que também virariam esporte para ele, onde teve várias conquistas. Mais tarde fundou a Fabrica Nacional de Amortecedores, FNA, que hoje virou um negócio da família com reconhecimento no Brasil e no exterior.

No Tiro Esportivo ele atuou como atleta, tendo diversas conquistas nacionais e internacionais, com destaque para o Ouro por equipe, no México, em 1988. Foi vice-presidente da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo, Presidente da Federação Gaúcha de Caça e Tiro e por várias vezes presidente do Clube Caxiense de Caça e Tiro, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

“O tiro é uma coisa de cabeça, você precisa dar o tiro num lugar que o prato vai passar”, afirmou Darte em entrevista quando foi agraciado com o Mérito Metalúrgico Gigia Bandera em 2012 por seu trabalho na FNA.

O legado esportivo
Foi o gostinho pelo Tiro Esportivo que Darte passou para seu filho, Jean Labatut, que aos 24 anos, em 1996, foi o único brasileiro que tinha cota place para os Jogos de Atlanta, e por tanto o nosso único representante.

‘Sem dúvida meu pai, Sr. Darte Labatut, grande desportista, ganhador inclusive de uma medalha de ouro por equipe na Copa do Mundo do México, em 1988. Foi um grande feito, ninguém imagina o que aquela vitória representou na época.”, conta com orgulho Jean.

A CBTE encontra-se de luto por esta perda tão significativa, mas faz questão de enaltecer as grandes qualidades do atleta e da pessoa de Darte. Que ele seja lembrado por sua luta pelo crescimento e aprimoramento, fora e dentro das pedanas, e por todas as suas boas ações e tempo dedicado ao nosso esporte.
por: CBTE