0
logotipo
CONTATO
16/02/2018
CBTE reivindica ao Exército liberação de repasse de munição para clubes
imagem
Em alinhamento aos objetivos de estimular e promover o Tiro Esportivo no Brasil e como mais um de seus empenhos em facilitar a vida do atleta do tiro, a CBTE participa através de seu representante, o Vice Presidente Sr. Jodson Gomes Edington Junior, do conselho consultivo do DFPC. O Conselho que se reúne quadrimestralmente é composto por representantes de entidades ligadas ao diversos mercados dos produtos controlados, e foi criado pelo Exército Brasileiro para discutir assuntos relacionados a legislação e operação do SisFPC.

Como grande destaque da participação da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo no conselho, está a pauta relacionada à proibição do repasse de munição para clubes. O pleito da CBTE foi a solicitação de alteração e adequação no Anexo G da Portaria 51, que restringe drasticamente as entidades esportivas de adquirirem munições em quantidades compatíveis coma as suas necessidades.

Segue um trecho da pauta da segunda reunião do conselho com a reivindicação do representante da CBTE:

    “O Sr. Jodson, da CBTE, solicitou que clubes de tiro - devidamente fiscalizados pelo SisFPC e pela Receita Federal - pudessem repassar munições para o CAC, para fins de treinamento, competição etc, uma vez que este, muitas vezes, por dificuldades no transporte ou aquisição de novos cartuchos, fica limitado ou impedido de treinar ou competir em outras localidades além da sua de origem. Salientou ainda que os clubes devem ter responsabilidade civil e criminal sobre os PCE sob sua guarda, assim como ocorre com os CAC; e que deveriam ter autorização para comprar muito mais que apenas quatro armas por ano, pois têm necessidade de atender uma clientela bastante variada entre seus afiliados.

    O Gen Neiva afirmou que os clubes de tiro possuem eficazes ferramentas de controle e que oportunidades de melhoria nos processos devem continuar sendo estudadas e apresentadas pelos interessados.”

O Representante da CBTE, Sr. Jodson está muito confiante no pleito, pois sua fala foi muito bem recebida pelo conselho e aguarda pronunciamento do Exército quanto alteração do anexo em questão.

Outros assuntos de interesse dos CAC’s, tratados nas reuniões foram a padronização dos processos relativos aos produtos controlados nas variadas regiões militares e a busca pela celeridade na concessão de Guias de Tráfego, Certificados de Registro e Certificados de importação.

A CBTE manterá seu empenho incansável junto ao Exército Brasileiro para viabilizar a pratica do Tiro Esportivo no Brasil, afirmou o presidente Durval Balen.
por: CBTE